quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Dá um desamparo isso.

Um desacreditamento medonho.
E essa raiva, que não passa.
Há dias, arde e me queima.
Vai acabando com algo muito terno e quase ingênuo.
Devagar, bem devagarinho.

8 comentários:

Marcela Tenório disse...

.

Vale a pena deixar ela ocupar esse espaço por tanto tempo?

.

Briza disse...

non, não vale.

Briza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

eita, fazia tempo q nao vinha aqui e to vendo q algo aconteceu, ou nao?

seja la o q for, torço q vc se restabeleça.

bjo,
simone

observador disse...

Uma pergunta de um visitante razoavelmente frequente, mas totalmente desavisado:
Como pode uma moça tão bonita, que escreve coisas tão bacanas, que parece ter algumas pessoas que se importam de verdade com ela (ninguém tem muitas, acredite, já é uma sorte tê-las e não serem seus pais) viver tão tristonha?

Sei que a tristeza é senhora, que desde que o samba é samba é assim, e que quando a gente tá contente a gente não quer nem pensar (muito menos postar), e que no fundo eu entro aqui para admirar a beleza com que vc expressa sua melancolia, mas vc parece ser tão legal, que devia se permitir/obrigar a ser mais feliz.
Hj sua tristeza me contagiou (só os artistas e amigos fazem isso comigo), e eu não gostei... Espero te encontrar mais feliz da próxima vez...

Briza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Briza disse...

é assim: eu venho aqui e desabafo. porque não é coisa que dê pra falar a qualquer hora pra qualquer pessoa. mas, não vivo tão tristonha quanto parece, viu? carece se preocupar não!
e sim, já tô melhor. bem melhor.

Marcela Tenório disse...

.

Vixe quanto comentário deletado .. isso até me preocupa ....