sexta-feira, 18 de janeiro de 2008

De todos as cores, azul.

De todas as flores, gérbera. Reza toda noite antes de dormir. E nunca esquece de agradecer pelas bonitezas do dia. Agradece também pelo que é feio, mas engrandece. Acredita que o sofrimento enobrece, mas nem sempre, porque prefere o caminho mais fácil. Põe o pé direito pra fora da cama primeiro. Herdou algumas supertições. Além do riso fácil e do olhar ágil. Está sempre apressada e atrasada. Fala mais com as mãos, que com a boca. Pensa mais rápido que fala e quase não fala o que pensa. Aprendeu a ser comedida. Tropeçou muitas vezes no caminho. Já se apaixonou pra sempre. Já morreu de amor. Não acredita mais em príncipe encantado, mas torce pra que lhe provem o contrário todo-santo-dia.

5 comentários:

Cecília Braga disse...

Porque é moça de fé.
Amém, Amém.

Janaina Staciarini disse...

Azul também. Príncipe encantado, tem... Margaridas, eu prefiro. Só que algumas têm espinhos.
Nem sei com que pé acordo. Rio alto. Bebo bem. Tropeçar? Todo dia...
Amo para sempre.

Menina do Blog disse...

linda de morrer e doer lá dentro o seu cantinho... há tempos que venho em silêncio, mas hoje me manifesto... é que você, menina, quase sempre diz as coisas assim, em transmimentodepensaçäo com minhas agonias e euforias.
E tenho o dito.

Menina do Blog disse...

=lindo de morrer (que a concordância é importante, rs).

Briza disse...

é preciso ter fé nessa vida, cecils. embora, vezenquando, é mais difícil.

eu prefiro amarelo, janaina. margaridas e girassóis. pé direito pra levantar, pra entrar, pra subir. rio e choro fácil. bebo não. tropeço menos. amo pra sempre feito tu.

e menina do blog, que não sei o nome e tem uma casa linda, tu é bem-vinda demais. é sempre uma surpresa boa quando alguém aparece e diz: ah, eu sempre leio e me identifico e...

sabe?

feliz, em dia tristonho e tpmeutico.