segunda-feira, 24 de março de 2008

Jogo da verdade.

E se você me perguntasse se acho que a culpa é sua, eu diria que sim.
E se você me peguntasse se acho que você pode fazer alguma coisa, eu diria que pode.
E se você me perguntasse se não acredito em você, eu diria que acredito.
Como também acredito que, às vezes, você não sabe o que faz.

2 comentários:

Aline disse...

Putz.
E dá pra falar alguma coisa?

Vanessa disse...

Eita que têm dias que enfia o dedo na ferida mesmo...mas como acerta na mosca, tu! :)
Adorooooooo.
:*