sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Quarta-feira,

pensei te entender.

Senti um quase-afeto.
Porque há uma promessa não cumprida, que não se acaba.
De um tempo mágico, que ele me ensinou ser diferente do cronológico.

Hoje, te desentendi.
E senti aquela angústia costumeira.
E já nem sei se é por tua causa ou por tua pessoa.

5 comentários:

lua disse...

por tua causa ou por tua pessoa?

ambos complicados
rs

Morganna disse...

rá. tu escreve bonito, moça.
e ei, tu mora em Fortaleza? O.o"

Briza disse...

ficou complicado isso, não foi lua? vou tentar reformular, mas não sei se consigo.

=P

brigada, morgana.
sou de recife, mas fortaleza é bem dizer segunda casa.

descompassada disse...

sinto quase-afeto e é complicado. te entendo, bri. hoje me desentendo. é da vida... deveria ter sido e não foi.

Briza disse...

me desentendendo, eu também.